Contatos

Contatos

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Gustavo descarta aliança com o DEM e confirma pré-candidatura de Nilton

http://2.bp.blogspot.com/-xDNwGbJ-MVw/TkwakUfxyTI/AAAAAAAADuU/w5MXYH7uh2s/s400/_MG_0598.JPG
O deputado estadual Gustavo Fernandes (PMDB) afirmou veementemente que não haverá aliança entre PMDB e DEM em Pau dos Ferros, como sugeriu o senador José Agripino Maia (DEM), no último domingo, 14, em entrevista ao JORNAL DE FATO e confirmou a pré-candidatura do ex-prefeito Nilton Figueiredo, que se filiará ao PMDB no dia 17 de setembro. Em entrevista, Agripino disse que o DEM quer "rebustecer a aliança feita informalmente na eleição de Rosalba, Agripino e Garibaldi" e que precisa da concordância do presidente do PMDB, Henrique Eduardo Alves, para que "sejam feitas as alianças formais para 2012 nos municípios onde se puder fazer".

De acordo com Agripino, destravado o diálogo, resta apenas a tarefa de "aplainar divergências que possam existir nos municípios com vistas a conquistas do PMDB e do DEM". No Alto Oeste, as palavras do senador foram entendidas como uma determinação que virá de cima para baixo, obrigando a convergência entre os diferentes.

Ontem, Gustavo tratou de desmistificar qualquer possibilidade de aproximação entre as legendas, enfatizando que a filiação de Nilton e de seu filho, médico Bráulio Figueiredo no PMDB, asseguram o fortalecimento da oposição em Pau dos Ferros. "Estou em Brasília e conversei com Henrique que me garantiu que os diretórios municipais terão autonomia", afirmou. Para o deputado, cada município tem sua particularidade e, por isso, Henrique e Garibaldi irão prestigiar os candidatos do partido. "Onde o PMDB e o DEM forem oposição, se manterão oposição. Em Pau dos Ferros, a nossa campanha será contra o DEM", assegurou.

Gustavo Fernandes disse que tem uma relação de cordialidade com o senador José Agripino, mas na campanha de 2010, além de Garibaldi, o seu grupo, que é ligado ao deputado Henrique Alves, votou nos nomes do PSB e não nos candidatos do DEM. "Meu pai já foi assessor de Agripino, com quem temos um distanciamento apenas no campo político. Nosso adversário mesmo é o deputado Getúlio Rego", completou.

CANDIDATO A VICE

Gustavo Fernandes tratou de desmentir ainda qualquer especulação acerca de uma indicação do DEM para a vaga de vice-prefeito na chapa majoritária. "Fui ao rádio explicar que isso não vai acontecer", enfatiza. Sobre o empresário Xavier Rego (PP), conhecido como Xavier Pneus, que andou reclamando espaço na chapa majoritária, o deputado disse que ele "é um amigo e um dos nomes lembrados também para o projeto".

PMDB NO ALTO OESTE
O deputado Gustavo Fernandes enfatizou que o PMDB terá candidato à majoritária em quase todos os municípios do Alto Oeste (inclusive Riacho da Cruz). Segundo ele, na convenção do partido, marcado para o dia 17 de setembro, data de assinatura de filiação de Nilton e Bráulio, serão apresentadas todas as pré-candidaturas do PMDB na região.

NILTON E BRÁULIO
A reportagem do JORNAL DE FATO tentou um contato telefônico com o ex-prefeito Nilton Figueiredo e seu filho, Bráulio Figueiredo, através de números cedidos pelo próprio deputado Gustavo Fernandes, mas todas as tentativas fracassaram.

‘O DEM não fecha nenhuma porta’, diz Leonardo
Ao contrário da declaração do deputado Gustavo Fernandes, o prefeito Leonardo Rego disse que o DEM de Pau dos Ferros não fecha nenhuma porta para qualquer aliança política que venha a divergir com as lideranças estaduais do partido. "Prefiro não me aprofundar em questões pontuais para não interferir no bom clima que ocorre em âmbito estadual. O que eu puder colaborar para que as boas relações continuem, eu farei", disse.

Leonardo informou que não teve nenhuma conversa detalhada com Agripino sobre esse assunto. "O senador esteve em Pau dos Ferros no dia 6 de agosto, mas foi uma passagem rápida", apóia. Para ele, está havendo apenas uma extensão da aliança que aconteceu em 2010, quando Henrique e Garibaldi ficaram em palanques distintos. "Não há consolidação dessa aliança, o que há é um diálogo com vistas a uma convergência", sugere.


O prefeito destacou também que as questões pontuais sobre as eleições municipais só serão definidas mais à frente, logo porque as convenções só acontecem em junho de 2012. "Nossa pretensão em Pau dos Ferros é que a chapa da situação seja fechada por dois membros do DEM", confirma.

2 comentários:

  1. Com essas declarações do deputado estadual Gustavo Fernandes é descarta a absurda hipótese de as lideranças regionais do DEM intervirem junto aos do PMDB, e agirem, no sentido de dissolver o diretório municipal do partido em Riacho da Cruz e tomar o controle da sigla, impossibilitando uma candidatura própria do PMDB e colocando alguém de confiança para presidir o partido Bacurau e ainda ser o candidato a vice-prefeito numa coligação DEM/PMDB.

    ResponderExcluir
  2. Não sei porque se iniciaram as conversas sobre essa tal coligação aqui no município. Não há, pois, nenhum vestígio de qualquer viabilidade para isso. Extremamente distante da realidade.

    ResponderExcluir