Contatos

Contatos

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Acusação...Jornal volta a citar propina de R$ 500 mil a José Agripino na Arena das Dunas!

Em resposta, senador potiguar afirmou não ter viabilizado liberação do Banco Nacional do Desenvolvimento para construção da praça; doações, segundo ele, foram legais
O jornal Folha de S. Paulo voltou a citar propina de R$ 500 mil ao senador potiguar José Agripino Maia (DEM) quando no processo de construção da Arena das Dunas, um dos 12 estádios construídos no país para receber a Copa do Mundo de 2014 e que recebeu quatro jogos do Mundial naquele ano.

Segundo a publicação, delatores da OAS afirmam terem pago o valor acima citado ao senador democrata em troca de ajuda na liberação de financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). A Arena, que quando lançada tinha custo de construção orçado em R$ 350 milhões, acabou sendo finalizada com nada menos que R$ 417 milhões. Ou seja, R$ 67 milhões acima do previsto.

De acordo com a publicação desta segunda-feira 05 da Folha, 10 dos 12 equipamentos construídos para a Copa estão com suspeita de corrupção. Apenas a Arena da Baixada, de propriedade do Atlético-PR, e o Beira-Rio, de propriedade do Internacional, não foram citados em nenhuma delação.

Outro lado
Em resposta as acusações dos delatores na época em que o assunto veio a tona pela primeira vez, o senador José Agripino negou ter viabilizado a situação com o governo federal alegando ser, na época, opositor à gestão da presidente Dilma Rousseff e do Partido dos Trabalhadores (PT), representado pela mesma. “As doações foram legais e registradas”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário